Quando pode ser útil o uso do PARA?

Penso que o PARA, além de pensarmos mais em apontar uma FAMILIARIDADE que uma FINALIDADE, pode nos ajudar também a pensar em PROPÓSITOS e em POSTURA ou POSIÇÃO ÉTICA.

Não se faz dança PARATODOS. E muito menos PARA UM. Perceptivamente pode ser que o uso do PARA seja problemático sim, mas eticamente ele nos traz uma facilidade incrível.

Segundo post-desabafo. Destrinchamento ou bombexplosão fica pra outro dia.

Anúncios

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: